ago 25, 2017
12 Vistas

MATÉRIA BIDIMENSIONAL -CRISTAL DO TEMPO

Escrito por

É criado o primeiro “Cristal de Tempo”
No ano passado, duas equipes de cientistas conseguiram provar matematicamente a existência dos “Cristais do Tempo”, um material que teria a possibilidade não só de se repetir no espaço (a exemplo dos diamantes) como também no tempo.
Agora, duas pesquisas paralelas, da Universidade de Harvard e do Joint Quantum Institute, da Universidade de Maryland, nos EUA, conseguiram dar mais um passo nessa direção: eles criaram, utilizando métodos completamente diferentes, cristais de tempo. A descoberta prova que existe uma gama ampla de materiais inexplorados no espaço e que isso pode mudar o rumo da física moderna.

Os cristais obtidos por ambas as equipes são a primeira amostra de matéria não equilibrada alcançada em laboratórios. Norman Yao, cientista da Universidade de Berkeley, explica que o que eles conseguiram até o momento foi estabelecer “a ponte entre a ideia teórica e a implementação experimental”.
Isso não é apenas especulação. As duas equipes – da Universidade de Maryland e de Harvard – seguiram as instruções de Yao e já conseguiram criar os primeiros cristais do tempo. Os resultados do trabalho já foram enviados para publicação, e Yao é coautor dos dois.

Segundo Yao, os cristais do tempo funcionam como uma gelatina que leva petelecos de tempos em tempos e por isso fica tremendo. A grande novidade, segundo ele, não é tanto o fato de o cristal se repetir no tempo, mas sim que eles são os primeiros de um grande grupo de novos materiais que estão fora de equilíbrio, sem conseguir se acomodar em relação ao equilíbrio sem movimento.

“Esta é uma nova fase da matéria, mas também é muito interessante porque é um dos primeiros exemplos de matéria fora de equilíbrio”, diz ele. “No último século e meio, estivemos explorando o equilíbrio da matéria, como metais e isolantes. Agora estamos começando a explorar o novo cenário de matéria sem equilíbrio”.

Categorias do artigo:
Ciências

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *